Rolê artístico

O fim de semana ensolarado jogou luzes e cores no triângulo madalense, formado pelas ruas Aspicuelta, Harmonia e Medeiros de Albuquerque –que compõem o denominado Parque da Vila. O domingo é sempre mais tranquilo que o sábado, perfeito para um passeio em família– custe a subida íngreme em algumas ruas.

P1070120

Parque da Vila tem como base o Armazém da Cidade (Fotos: Leonardo Raposo)

O circuito, tendo como base o Armazém da Cidade (Medeiros de Albuquerque, 270), é cheio de ateliês, galerias, espaços culturais, gastronômicos e muitos endereços bacanas a ser desvendados. Tem que bater perna. O dinamismo leva a boas surpresas.

Apesar de pontos importantes estarem fechados, como a Galeria A7MA, a loja Retrô63 e outros, os que abrem abastecem de sobra a demanda.

Urbano Galeria (1)

Circuito é recheado de galerias, ateliês, espaços culturais e gastronômicos

As atividades começam cedo no Armazém. A partir das 10h já é possível integrar atividades que o espaço oferece ao longo do dia. Ao lado, a Galeria Choque Cultural põe no eixo o viés cultural. Na própria Medeiros, 188, é possível ter noção de marcenaria, com aulinhas no atelier Mobu.

O atelier Mobu oferece aulas de marcenaria

O atelier Mobu oferece aulas de marcenaria

Ali pertinho, no Mundo Urbano Galeria (Aspicuelta nº 30), artistas grafitavam e utilizavam os tubos de tinta vazios para criar arte e desejar flores no caminho dos transeuntes. Entre eles, Mauro, Those, Ayco, Dingos e André. Vizinho de parede (nº 42), o Egaleria está vendendo obras de artistas da Vila com 50% de desconto. Sérgio Fabris, Vado do Cachimbo, Pato, Mazu, Milo Tchais, Vitor Machado e Alexandre Barbedo integram o catálogo.

Urbano Galeria (4)

Grafiteiros no Mundo Urbano Galeria

Ainda na Aspicuelta (nº 99), o Atelier Muriqui propõe meter a mão na massa, ou melhor, na argila, e criar peças de cerâmica. Como fica no mesmo prédio do Espaço Cult, aproveite para se informar sobre literatura, teatro, filosofia e outras guloseimas. Bateu fome? A esquina com a Harmonia é o lugar certo. Raw Burguer, Dona Florinda e Lá da Venda atendem a múltiplos gostos.

IMG_9622

A Raw Burger, nas esquinas da Aspicuelta e Harmonia

Na descida da Rua Harmonia, mais pit stops interessantes. A Galeria Eduardo Fernandes (nº 145), com a exposição Plural e a Oficina de Serigrafia (nº 150), com o pessoal da Casa Locomotiva.

Mais alguns passos e caia direto no Beco do Batman com seus belos grafites. O grafiteiro Enivo pincelava ao vivo um extenso muro que pinta em conjunto com Nove e Zumi.

Enivo grafita ao vivo

Como sempre rola curiosidades no miolo do Beco, o dia foi do Sukatas RatLook, uma turma apaixonada por fusquinha antigos que faz do automóvel cabide para mil penduricalhos. Ali mesmo, na Gonçalo Alonso  duas visitas obrigatórias.  O EcoBeco (nº 106), um centro de exposição para construção sustentável e o pouco conhecido Local Studio (117), que reúne obras de grafiteiros que atuam no lugar.

Sukatas RatLook

Se der sorte, vai ver os preparativos gastronômicos da chef Bel Coelho no Clandestino (Medeiros de Albuquerque, 97), sua cozinha-laboratório, e degustar um petisco na A Queijaria (Aspicuelta, 35).

De volta ao Armazém, refresque-se com uma água de coco ou uma cerveja artesanal, sente-se numa cadeira, na mureta ou no chão com grama sintética e curta um jazz na rua. Não deixe de observar as fotos no mural, do projeto Viva Rua Fotografia e se desejar, compre uma camiseta com belas obras do grafiteiro Kobra.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s